Àrea de 700 hectares é liberada para garimpo em Douradinho

Coromandel Destaque Coromandel

A Prefeitura e a Cooperativa de Pequenos e Médios Garimpeiros de Coromandel (Coopemg) anunciaram, na última sexta-feira (23), que conseguiram a liberação de uma área de 700 hectares, na região de Douradinho, para a retomada da atividade, após mais de uma década de interrupção.

De acordo com a Prefeitura de Coromandel, a área poderá ser explorada por cerca de 400 garimpeiros a partir de agosto.

Em sua página no Facebook, a prefeita Dione Peres afirmou que a liberação “é uma notícia excelente, pensar que cerca de 400 garimpeiros poderão voltar para esta atividade, a terem esperança de realizar sonhos com esta liberação e que toda a nossa cidade irá ganhar com isso”.

A exploração da área deverá ser realizada por garimpeiros filiados à Coopemg, dirigida atualmente por Wilson Marto.

Coromandel é considerado um município importante para a atividade, sendo reconhecido internacionalmente como a “terra do diamante”. Na cidade, foram encontrados 15 dentre os 20 maiores diamantes do Brasil.

A atividade garimpeira tem estado no meio de diversas controvérsias nos últimos anos. A entrada de empresas que fazem especulação com as terras e regras ambientais travaram a busca por diamantes, inclusive com diversas ações na justiça.

Em seus tempos áureos, o garimpo empregou cerca de 3 mil trabalhadores, o que representava mais de 10% da população do município, sendo importante para a economia da cidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *