Cooxupé faz doação para a Santa Casa de Misericórdia de Coromandel

Para ajudar as instituições de saúde a obter mais recursos para enfrentar a pandemia do COVID-19, o Conselho de Administração da Cooxupé, atendendo a uma solicitação dos cooperados, aprovou a doação de R$ 2 milhões para hospitais locais e regionais na área de atuação de seus associados. As destinações foram feitas a partir do dia 08 de maio.

Coromandel
O núcleo da Cooxupé de Coromandel doou o valor de R$ 14.174, 29 para a Santa Casa de Misericórdia “Dr. Sebastião Machado”. O cheque foi entregue ao provedor do hospital, Anderson Rezende. “É com muita emoção e gratidão que recebemos este expressivo valor”, ressaltou Anderson. “Estes recursos serão investidos no enfrentamento do coronavírus em nosso município”, disse ele.

A Cooxupé informa que a metade da doação (R$ 1 milhão) contemplará hospitais locais de cidades onde a cooperativa atua e registra volume de recebimento de café, beneficiando mais de 70 municípios das regiões do Sul de Minas, Cerrado Mineiro e na região do Rio Pardo no Estado de São Paulo. Já a outra metade seguirá para hospitais regionais elencados, levando em consideração a atuação nas áreas de presença de cooperados da cooperativa.

Missão da Cooperativa
O presidente Carlos Augusto Rodrigues de Melo destaca que esta ação da Cooxupé simboliza a missão da cooperativa em atuar direta e positivamente nas comunidades onde está presente. “É um momento em que todos devemos estar juntos e fortalecidos e, por isso, a Cooxupé decidiu disponibilizar esta contribuição em benefício das comunidades que se relacionam com a cooperativa. Acreditamos nesta relação de confiança e que esta doação será importante para esses hospitais, permitindo melhores condições no atendimento de seus pacientes”, considera Melo.

Cooxupé em Coromandel
A Cooxupé, com atividades em Coromandel desde 1998, hoje conta com 230 cooperados e um quadro de 37 colaboradores.

Oferece um pacote de serviços e inovações tecnológicas aos seus cooperados, no fornecimento de insumos agrícolas, assistência técnica, comercialização e armazenamento de café.

Segundo José Rodolfo, Coordenador de Negócios da Cooxupé, Núcleo de Coromandel, “hoje, o agronegócio é a grande locomotiva do Brasil, que é o maior celeiro na produção de alimentos para o mundo. A Cooxupé, juntamente com os seus cooperados e colaboradores, exerce um papel fundamental para o desenvolvimento da cafeicultura brasileira”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *