Secretaria de Saúde de Minas Gerais confirma primeira morte por coronavírus

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou a primeira morte causa por infecção por coronavírus no Estado. Em boletim divulgado na manhã desta segunda-feira, o governo mineiro confirmou as informações do infectologista Estevão Urbano, que, na noite desse domingo, já havia relatado a morte de uma paciente no Biocor.

Trata-se de uma mulher de 82 anos, moradora de Belo Horizonte, que apresentava algumas comorbidades. A vítima tinha doença cardiovascular crônica, diabetes mellitus e pneumopatia crônica, segundo a Secretaria de Estado de Minas Gerais, o que são considerados agravantes para os infectados pelo novo coronavírus.

Coronavírus: família de 1ª vítima em MG pede que governo respeite doentes

A paciente deu entrada no Biocor no último dia 21 com febre, tosse e desconforto respiratório, tendo sido transferida para UTI no dia 23. Exame em laboratório privado atestou resultado positivo para a Covid-19.

Situação em Minas Gerais

A situação é alarmante em toda a região de Minas Gerais, que já tem 261 casos do novo coronavírus. O balanço publicado nessa segunda-feira apontou para a primeira morte em decorrência da infecção no Estado, e o número pode crescer nos próximos dias. Vinte e três outras mortes são investigadas pelo órgão estadual, de acordo com o relatório. 

O número de pacientes com sintomas suspeitos aumenta exponencialmente em toda a região. Esse dado, aliás, assusta: em 25 de março eram 14.227 os casos investigados em Minas Gerais, já cinco dias depois o número chegou a 29.724, cerca de 15.500 pacientes a mais. 

Cidades de MG

Vinte novos casos de coronavírus apareceram em Belo Horizonte entre domingo (29) e esta segunda-feira (30), chegando a 163 o número de pacientes com diagnóstico confirmado para a infecção na capital mineira – município, aliás, com maior número de casos em todo o estado de Minas Gerais. A média registrada é semelhante à detectada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) entre os dias 26 e 27 de março, na semana passada, quando surgiu quase um caso por hora em BH – 22 novos pacientes nas 24 horas do dia. 

Com Belo Horizonte no topo, Nova Lima e Juiz de Fora completam a tríade das cidades mineiras com maior número de casos. São 19 pacientes em Nova Lima, e 13 em Juiz de fora. O quarto município com a maior concentração de pessoas infectadas é Uberlândia, no Triângulo Mineiro, onde há dez casos. Divinópolis aparece em seguida, com nove pacientes com Covid-19.

Fonte: Jornal o TEMPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *