Coronavírus MG: Zema não garante pontualidade no pagamento dos salários

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (NOVO), disse na tarde desta quarta-feira (18) que não pode garantir que o funcionalismo do Estado vai continuar recebendo o salário da forma que está sendo feita atualmente.

De acordo com o governador, há uma projeção de queda na arrecadação por volta de R$ 530 milhões em 2020 devido a pandemia do coronavírus no Brasil. “Pode ser que esse número aumente em 15 dias e vamos ter que apertar o cinto, pois não sabemos os rumos que essa tempestade vai tomar”, disse.

Em seguida, Zema falou sobre a possibilidade de não conseguir honrar o compromisso atual. “Posso assegurar que o pagamento como já tem sido feito ao funcionalismo vai continuar, mas talvez não consigamos manter pontualmente em março, abril e maio, mas estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance para que isso aconteça”, disse o governador Romeu Zema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *