Diocese de Patos de Minas publica novo comunicado suspendendo missas públicas

Como forma de prevenção à pandemia do Covid-19 (Coronavírus), a Diocese de Patos de Minas publicou um novo comunicado nesta terça-feira (17) determinando a suspensão de diversas atividades da Igreja Católica na região. Missas públicas, encontros da catequese, promoções culturais e sociais, eventos e congressos públicos ficarão suspensos temporariamente. A suspensão das missas vai até o 3 de abril.

O comunicado fala em tempos difíceis para o povo. “Em tempos difíceis para todo o povo, recordamos o que nos ensina o Apóstolo Pedro: “cuidai do rebanho de Deus que está sob o vosso cuidado” (1Pd 5, 2)”, citou. E continua destacando que o estado é de emergência devido ao avanço da pandemia do coronavírus (COVID-19). O comunicado ainda se fundamenta nas recomendações das autoridades civis e da saúde pública.

Em Coromandel

Seguindo recomendações da Diocese de Patos de Minas, as celebrações de Missas, da Palavra, Grupos de Oração, confissões e demais ações religiosas da Paróquia Sant’Ana de Coromandel, estarão suspensas de 18 de março a 3 de abril, como precaução contra o vírus COVID -19.

Encontros

Pela determinação, os encontros de catequese; a realização de eventos, assistenciais e demais atividades programadas pelas diversas pastorais, comissões e movimentos eclesiais (grupos de oração, reuniões, cursos, palestras, retiros); as promoções culturais e sociais (festas, cafés, chás, almoços, jantares, confraternizações); e o Congresso Diocesano dos Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística estão suspensos temporariamente.

Com relação à celebração da Santa Missa e dos demais Sacramentos, ficarão suspensas as Celebrações Eucarísticas públicas, de 18 de março a 03 de abril, ressalvando que, em todas as paróquias, os presbíteros deverão celebrar, diariamente, a Santa Missa, de forma privada, em favor do Povo de Deus.

O comunicado também informa que, na impossibilidade de participação presencial, neste tempo de exceção, a Santa Missa, com a comunhão espiritual, pode ser acessada por meio da televisão, do rádio e da internet, cumprindo, assim, o preceito dominical. Outra ordem é para que não sejam realizadas celebrações penitenciais comunitárias, e mantenham-se as confissões individuais, sendo celebrados somente Batismos de emergência.

Com relação aos casamentos já agendados, deverá ser tratado com os noivos a respeito da conveniência de sua celebração pública. Também ficaram suspensas, por tempo indeterminado, as novenas, tríduos e procissões programadas. As celebrações da Semana Santa e Páscoa serão emitidas, em tempo oportuno, orientações específicas.

As Igrejas deverão permanecer abertas, higienizadas e bem arejadas; que os presbíteros ampliem os horários de atendimento no templo, respeitando a distância física recomendada;  que presbíteros e diáconos cuidem de, pessoalmente, levar aos idosos e doentes que solicitarem a Sagrada Comunhão Eucarística; que se coloque em destaque no templo a imagem de Nossa Senhora, para especial veneração, e disponibilize-se aos fiéis uma oração de súplica em favor de toda a humanidade; que se promova e estimule a Leitura Orante da Palavra e a oração do terço em família; que se estimule a atenção e cuidados às necessidades de vizinhos e familiares em quarentena domiciliar.

Para finalizar, o comunicado exprime que essa pandemia não foi querida por Deus, mas por Ele permitida e que todos sintam um forte convite à conversão neste tempo quaresmal. “É tempo de alimentar a esperança, promover a solidariedade e incentivar a oração. É tempo de ousada criatividade para cuidar do rebanho. Sob a intercessão de Nossa Senhora da Abadia e Santo Antônio, rezemos pelas autoridades, profissionais da saúde, vítimas e todos os que mantêm os serviços essenciais da sociedade, para superarmos a crise que atinge a todos indistintamente.”, concluiu invocando sobre todos as famílias a bênção de Deus todo poderoso: Pai, Filho e Espírito Santo, Amém.

Fonte: Patos Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *