Coromandel: Prefeitura vai começar a castrar animais de rua

É difícil sair de casa e não encontrar cães ou gatos sem dono nas ruas. O pensamento imediato costuma estar relacionado em ‘como ajudar esses animais’. Mas, e se fosse possível resolver a raiz do problema? Como diminuir o número de animais que precisam desse cuidado por não terem um lar? Pensando nessas questões, algumas cidades da região adotaram uma unidade de castração, com o objetivo de estabelecer, primeiramente, o controle de natalidade de cães e gatos.

Na 5ª Reunião Ordinária de 2020 da Câmara Municipal, realizada no último dia 09 de março, a Prefeitura de Coromandel enviou ofício datado de 26 de fevereiro anunciando a construção de uma sala cirúrgica para castração de animais de rua.

Médicos veterinários e especialistas informam que o maior benefício é o controle de natalidade, mas as consequências positivas não param nessa questão. Diminuindo nascimentos não planejados serão encontrados menos cães e gatos errantes (animais abandonados), e menos animais abandonados significa menor número de zoonoses.

Não é exagero falar que, ao castrar um animal, estão sendo salvas centenas ou milhares de outros, já que, na prática, você está impedindo que outros nasçam e acabem abandonados. Para ONGs e organizações que atuam na defesa dos direitos dos animais, castrar é uma medida emergencial das mais importantes para o controle populacional de animais de rua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *