Governo do Estado anuncia mais 7 mil nomeações para a Educação de Minas

Sete mil aprovados em concursos para a rede estadual de ensino em Minas serão nomeados até o primeiro semestre de 2020, além dos mil profissionais anunciados na última semana. O comunicado foi feito, nesta quinta-feira (22), pelos secretários de Planejamento e Gestão, Otto Levy, e de Educação, Julia Sant’anna, durante visita técnica da Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) à Seplag.

A expectaiva do Governo é que pelo menos duas mil nomeações sejam publicadas ainda em 2019. As cinco mil nomeações restantes ficam para o primeiro semestre de 2020. “Nosso cronograma prevê que, até o primeiro semestre de 2020, os sete mil aprovados estejam nomeados na Educação. Estas nomeações são muito importantes para o Estado e atendem à Lei de Responsabilidade Fiscal, já que os professores aprovados substituirão designados”, afirmou Levy.

A secretária Julia Sant’anna destacou que será priorizada a nomeação de aprovados que aguardam há mais tempo pelo chamamento do governo estadual. “Apresentamos nosso planejamento que, prioritariamente, nomeará os aprovados em concursos que estão em fase de encerramento. Tudo isso em respeito aos aprovados e seguindo nosso projeto de melhorias na Educação de Minas”, disse.

Durante a reunião, também foi informado que as nomeações dos mil servidores da Educação – anunciadas na última semana – começarão a ser publicadas, em dez dias, no Diário Oficial de Minas Gerais.

Férias-prêmio

Ficou ainda acertado um um novo encontro, desta vez com a participação de representantes da Secretaria de Fazenda (SEF), para debater o pagamento de férias-prêmio.

Participaram da reunião desta quinta os deputados Beatriz Cerqueira e Professor Cleiton e a coordenadora-geral do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-Ute), Denise de Paula, além da subsecretária de Gestão de Pessoas, Kênnya Kreppel, e da assessora-chefe de Relações Sindicais, Helga Beatriz, ambas da Seplag.

Fonte: Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *