Caminhoneiros mantêm paralisação e ganham apoio do Sindicato Rural de Coromandel

Caminhoneiros que protestam contra o preço do óleo diesel na BR-352, em Coromandel, ultrapassaram as primeiras 24 horas de paralisação, nesta quarta-feira (23), e ganharam o apoio do Sindicato Rural do município.

Em depoimento divulgado nas redes sociais, o presidente da organização, Fausto Silveira, afirmou que, apesar de a interdição das vias terem prejudicado o transporte de leite e de animais para o abate, “o Sindicato apoia integralmente o movimento dos caminhoneiros, por considerar que a causa é justa e urgente”.

Os motoristas que trafegavam pela região paralisaram a circulação por volta das 10h de terça, seguindo programação nacional. Apenas caminhões e carretas ficaram retidos, carros de passageiros e ônibus puderam passar nos bloqueios. O movimento ocorre também em outras rodovias da região.

Os caminhoneiros querem a redução do valor do óleo diesel, que assim como outros combustíveis, tem sofrido altas frequentes, afetando o preço dos fretes e reduzindo os lucros com as viagens.

Em meio aos protestos, a Petrobrás anunciou que reduziria o preço dos combustíveis que chega as refinarias. No Congresso, buscou-se medidas, como a redução da CIDE, para baixar o valor do óleo diesel, porém, os caminhoneiros exigem uma resposta definitiva.

[ajax_load_more]

 

One thought on “Caminhoneiros mantêm paralisação e ganham apoio do Sindicato Rural de Coromandel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *