MP deflagra operação contra desvios de recursos na Prefeitura de Araguari

Araguari Polícia Região

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e a Polícia Civil deflagraram nesta sexta-feira (13) a operação Hoopoe com o objetivo de desbaratar esquema de desvios de recursos públicos na Prefeitura de Araguari, no Triângulo Mineiro.

Foram cumpridos três mandados de prisão temporária, 32 de busca e apreensão e nove ordens judiciais de afastamento de agentes públicos e políticos. Há indícios da prática de crimes de organização criminosa, peculato, fraude à licitação e lavagem de dinheiro, cujas penas variam de três a 12 anos.

A operação contou com a participação de promotores de Justiça e 110 policiais civis. Do MPMG, participaram os seguintes órgãos: Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Araguari, Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), Grupo Especial de Defesa do Patrimônio Público (GEPP), Grupo de Apoio Operacional Policial (GOP) e Promotoria de Justiça de Combate aos Crimes Cibernéticos.

Segundo os promotores de Justiça, as investigações tiveram início com informações acerca da venda de túmulos no cemitério municipal. No decorrer dos trabalhos conjuntos do MPMG e da Polícia Civil, verificou-se que agentes públicos e políticos utilizavam os cargos para desviar recursos públicos em vários setores do Poder Executivo municipal e da Superintendência de Água e Esgoto (SAE). Com as condutas, os investigados agiram para obter benefícios políticos e econômicos em proveito próprio e de terceiros.

Hoopoe é um pássaro da mitologia que sobrevive de comer excrementos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *