Sindicato Rural e Cooproleite vão a Prata apoiar ato nacional de produtores de leite

Agro Coromandel Destaque Coromandel

O presidente do Sindicato Rural de Coromandel, Fausto da Silveira, e a diretoria da Cooperativa dos Produtores de Leite da Bacia do Rio Paranaíba (Cooproleite) foram a Prata, município localizado a cerca de 250 km, nesta segunda-feira (16), para apoiar um ato nacional em defesa dos produtores de leite do Brasil.

O ato foi organizado por sindicalistas, produtores e cooperativas de leite da região de Prata e contou com a adesão de organizações de várias partes do Estado, após reunião realizada em Coromandel, no último dia 5 de outubro, pela Federação das Cooperativas Agropecuárias de Leite de Minas Gerais (Fecoagro Leite Minas)

Os produtores reivindicam que o Governo Federal tome medidas contra a importação de leite em pó uruguaio pela indústria, que tem contribuído para a queda brusca nos preços pagos, devido ao excedente do produto no mercado.

Veja Também: Artigo: Vacinação previne rebanho de contagio por leptospirose 

Coromandelenses vão a Cingapura abrir mercado para a produção agropecuária de MG

O governo de Michel Temer suspendeu, no dia 10 de outubro, a licença de importação do país vizinho, porém, sinalizou que pretende manter o canal de importação se o Uruguai comprovar que produz todo o leite que envia ao Brasil. Existe a suspeita de que outros países estavam se aproveitando da janela uruguaia para colocar leite no mercado brasileiro.

Além de exigirem a regulação da importação de leite, os produtores querem que o governo empreste dinheiro às cooperativas com juros menores e que a União, Estados e Municípios comprem produtos lácteos apenas de produtores nacionais.

No dia 31, a Fecoagro Leite Minas deve levar uma caravana à Brasília para um novo protesto, desta vez com o apoio de outras entidades de todo o país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *