Ivna Marra passa férias em Coromandel após conquistar o vice-campeonato na França

Danilo Gonçalo, de Coromandel

ivna4A jogadora de vôlei Ivna Marra passa parte de suas férias em Coromandel, após conquistar, em maio, o vice-campeonato da Liga da França, em sua primeira experiência internacional. A atleta coromandelense aproveitou o período de folga para rever a família e amigos e pensar no futuro de sua carreira.

Ivna afirmou que o primeiro ano jogando fora do Brasil, pelo Le Cannet, “foi uma grande experiência profissional e pessoal” e que já se sente em casa, na França, mas aproveita o tempo livre, em sua cidade de origem, para saborear o pão de queijo de sua mãe, Simone Marra.

Enquanto aproveita para rever a família, Ivna também treina pensando na temporada 2017/2018 para, havendo oportunidade, voltar à seleção brasileira. Confira a entrevista de Ivna ao Jornal de Coromandel.

Jornal de Coromandel – Como analisa seu primeiro ano jogando no exterior?
Ivna Marra – Foi uma grande experiência profissional e pessoal. Profissionalmente vivenciar uma outra cultura esportiva e pessoalmente conviver com pessoas de culturas tão diversas e um país tão rico culturalmente foi incrível.                        

JC – O vice-campeonato da Liga da França foi algo perto do que esperava para essa primeira experiência?
Ivna Marra – Quando visto uma camisa meu pensamento é sempre fazer o melhor trabalho todos os dias, conquistar títulos e classificar a equipe para as competições mais importantes. Trabalhei muito,  juntamente com minhas companheiras e finalizar a temporada com a equipe disputando a final e em condição de disputar a Champions League da próxima temporada me deixa feliz.   

ivna2

JC – Você era a única brasileira atuando no Le Cannet nesta temporada. Como foi a adaptação ao idioma, à cultura da cidade em que está vivendo na França?
Ivna Marra – Toda mudança envolve adaptação, mas acredito que escolhi o país certo. Fui muito bem recebida por todos e o carinho do povo francês me fez sentir em casa. Hoje posso dizer que a França é minha segunda casa.                        

JC – Você pretende seguir no Le Cannet? Como analisa a troca de técnico* em seu time?
Ivna Marra – A escola italiana de vôlei dispensa comentários, ter trabalhado com o Carlo Parisi foi positivo para minha carreira, acredito que somou para o meu jogo. Sobre a próxima temporada eu não tenho nada definido.

* Carlo Parisi, técnico durante a temporada 2016/2017, deixou o time após a conquista do vice-campeonato da Liga da França.

JC – A conquista do vice-campeonato da Liga da França lhe dá mais condições de brigar por uma vaga na seleção? Acredita que o técnico José Roberto está te observando no time atual?
Ivna Marra – O Zé é um dos maiores treinadores da história do vôlei, procuro fazer meu melhor trabalho sempre e se ele quiser contar comigo estou à disposição.       

JC – Quais são seus planos para a próxima temporada?
Ivna Marra –  Ao fim da temporada tirei duas semanas de férias, uma na Europa e outra no Brasil. Após as duas semanas voltei a treinar a parte física e espero que a temporada 2017/2018 seja minha melhor temporada.                        

JC – Quando não está jogando ou treinando, como passa o tempo na Europa?
Ivna Marra – Procurei conhecer mais da França (cultura, cidades, gastronomia) e um pouco da Bélgica e da Itália, também.                        

JC – Nesses períodos de férias, quando está em Coromandel, o que gosta de fazer?
Ivna Marra – Em Coromandel, na primeira semana, é sempre família, descanso, pão de queijo da mamãe e café (risos)! É bom estar aqui e rever minha família e amigos de infância.                        

EM COROMANDEL

VIDA NA EUROPA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.