Coromandelenses estão entre os 100 maiores produtores de leite do Brasil

Coromandel TV1

Por Danilo Gonçalo

Coromandelenses estão entre os 100 maiores produtores de leite de 2016, segundo o portal Milk Point, que avalia anualmente a produção leiteira em todo o País. Na lista, estão Erasmo Carlos Rabelo (24º do ranking), o grupo familiar Agropecuária Carola e Machado (80º) e Elísio Alves Cardoso (81º).

Elísio, que é sócio-proprietário do Laticínio Coronata, e a Agropecuária Carola e Machado produzem leite dentro de Coromandel. Erasmo Carlos, do Grupo Suprema, tem fazendas na região de Guarda-Mor, portanto, sua produção não é contabilizada para o município.

Reportagem
REPORTAGEM ESPECIAL: Suicídio é tema preocupante em Coromandel. Clique para ler

Dentro de Coromandel, Elísio e a família Carola/Machado produziram, somados os valores, mais de 6,7 milhões de litros de leite em 2016.

Representando a Agropecuária Carola e Machado, o produtor Henrique Machado revelou o contentamento da família com o resultado obtido. “Ficamos felizes por estar na lista porque isso é reflexo de um trabalho muito duro que realizamos nos últimos anos”.

Destaque entre os maiores produtores do País, aparecendo inclusive em um trecho do relatório da Milk Point como exemplo de crescimento, Erasmo Carlos afirma que o resultado é gratificante. “Fico envaidecido e feliz, porque a atividade é sacrificante, difícil. Tanto é que, em todo o Brasil, está ocorrendo uma diminuição da produção e do número de produtores. Mas como sou filho de produtor rural, nasci na fazenda, fico orgulhoso de vencer nessa atividade”.  Em sua propriedade em Guarda-Mor, Erasmo produziu quase 7 milhões de litros de leite no ano passado.

Crescimento

De 2015 para 2016, a Agropecuária Carola e Machado saltou 23 posições no ranking da Milk Point. Antes, a empresa familiar não figurava entre os 100 maiores e passou a constar entre os 80 principais produtores de leite do Brasil. Para chegar a esse ponto, a família realizou um curso de gestão com foco em resultados e  apostou em melhorias nas áreas de genética, reprodução e sanitária. Henrique Machado afirmou que “o segredo está em planejar bem as ações, executá-la, checar os resultados e corrigir os desvios. Dessa forma, conseguimos minimizar os custos, aumentando a lucratividade do negócio”.

erasmo
Erasmo em sua propriedade, na qual adotou o compost barn, que dá mais conforto, permite aumentar o rebanho e resulta em crescimento da produção

Melhorias também foram realizadas na propriedade de Erasmo Carlos. O produtor adotou, em 2015, o sistema compost barn e viu o desempenho crescer: subiu oito posições no ranking. “Para estar nessa atividade é preciso ter competividade, ser eficiente da porteira pra fora e da porteira para dentro”, declarou.

O produtor Elísio Alves Cardoso também aumentou sua produção em relação ano anterior. Saltou da 93ª posição, em 2015, para 81ª em 2016.

Juntos, os três coromandelenses produziram mais de 13 milhões de litros de leite em 2016.

Para os próximos anos, a expectativa é de que as posições no ranking melhorem. Na Agropecuária Carola e Machado, a meta é de 15% de aumento na produção neste ano.

Ranking

O ranking dos 100 maiores produtores de leite do Brasil é publicado pelo site Milk Point, especializado em negócios relacionados à pecuária leiteira no País. Para acessar o relatório completo, clique aqui.

[jtrt_tables id=”5394″]

Leia Também: Seis ruas voltam a ter mão dupla de circulação em trecho central

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *