MST ocupa fazenda em Abadia dos Dourados

O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) ocupou uma fazenda em Abadia dos Dourados, nesta terça-feira (7). Um princípio de confusão chegou a se iniciar no local quando uma equipe de segurança contratada pelos proprietários tentou adentrar ao local.

Segundo a Polícia Militar (PM), cada um dos lados envolvidos na situação apresentou uma versão diferente. Após ser chamada por um dos proprietários, os militares ouviram de uma empresa de segurança que os ocupantes da fazenda Mota haviam os ameaçados com foices e machados e sugeriram atear fogo aos veículos da companhia.

Os militantes do MST, contudo, disseram que não houve tal ameaça e acusaram um dos seguranças de sacar uma arma de fogo durante o diálogo entre as lideranças do Movimento e da equipe de proteção privada.

Leia Também: Encontro em homenagem ao Dia da Mulher ocorre nesta sexta-feira

Leia Também: Contribuintes podem ter até 95% de desconto em multas e juros de dívidas com a Prefeitura

Diante dos fatos, a PM averiguou a identificação e documentação de militantes e seguranças e liberou os envolvidos, já que não foram encontradas irregularidades.

O MST segue ocupando a fazenda e, segundo seu líder, conhecido por Baiano, só vão deixar a propriedade com ordem judicial. A bandeira do Movimento está hasteada no local.

Além da fazenda Mota, o MST ocupou outra em Itatiaiuçu (MG), que seria de propriedade de Eike Batista, empresário acusado de corrupção e vários outros crimes e que está preso no Rio de Janeiro.

Imagem: Reprodução/MST – ocupação da fazenda de Eike

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *