Transporte coletivo de Coromandel está parado por falta de peças de reposição, diz Prefeitura

Os ônibus do transporte coletivo de Coromandel estão sem funcionar por causa da falta de peças de reposição para o sistema eletrônico dos veículos, segundo a Prefeitura de Coromandel. Em uma previsão otimista, a administração acredita que poderá colocar o serviço em funcionamento somente na segunda quinzena deste mês.

De acordo com o supervisor de transporte coletivo de Coromandel, Claudio Jales da Silva, a demora em retomar o serviço no município se dá por conta da falta de manutenção nos dois veículos utilizados para este fim.

“Os veículos foram encontrados com pane elétrica e eletrônica; problema nos tacógrafos; nos elevadores para cadeirantes; nas portas – que não se abrem ou se fecham; sem qualquer anotação sobre troca de óleo, filtros e revisões. Não havia retrovisor interno dentro de um dos veículos, sendo que é um item obrigatório, nem extintor de incêndio, além de ter 10 pneus em situação precária; os dois ônibus utilizam 12, no total”, apontou o supervisor.

Leia Também: Polícia registra mais um roubo na zona rural de Coromandel

Leia Também: Cooproleite inaugura loja agropecuária em Lagamar

Claudio afirma que nesses primeiros dias, a Prefeitura encontrou dificuldades para comprar itens de reposição para os veículos, fabricados pela Volare. “Foi detectado o problema em uma peça que só pode ser comprada na fábrica, no Rio Grande do Sul”, acrescentou.

Segundo o supervisor, a falta de uma transição política entre a gestão anterior e a da prefeita Dione também complicou a operacionalização do transporte coletivo, por causa da falta de apontamento de rotas e das finanças do sistema. Somente na virada de fevereiro para março o departamento conseguiu identificar quais as rotas feitas pelos ônibus nos anos anteriores.

“Estamos elaborando uma planilha para identificar o custo com motorista, cobrador, custo das peças, dos pneus, que formam o custo operacional.  A partir daí, calcularemos o preço da passagem”, afirmou Claudio.

O supervisor acrescentou que a Prefeitura de Coromandel ainda não tem definido o valor da tarifa do transporte público. “ Acredito que o valor não será muito alterado, mas depende desse levantamento de custo”, finalizou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *