Tenente Leonel pede políticas públicas contra menores no crime e apoio a vídeo monitoramento em Coromandel

O comandante da 98ª Companhia de Polícia Militar, tenente Leonel da Silva Nunes, pediu aos vereadores de Coromandel, durante reunião da Câmara Municipal, nesta segunda-feira (23), a criação de políticas públicas para combater o ingresso de crianças e adolescentes do município no mundo do crime. Ele solicitou ainda o apoio para implantar um sistema de vídeo monitoramento para auxiliar no combate à criminalidade.

O tenente ressaltou a necessidade da criação de uma política pública – e não apenas de governo – que combata o “encantamento que o crime organizado tem” sobre crianças e jovens em situação de vulnerabilidade.

Leonel destacou que é necessário “plantar a semente agora” para colher os frutos futuramente, consciente de que recuperar e evitar a entrada dos jovens na criminalidade não é uma solução prática e rápida.

Leia Também: PM apreende adolescente de 14 anos envolvido com tráfico em Coromandel

Leia Também: Mulher é suspeita de tentativa de homicídio no bairro Brasil Novo

O comandante da 98ª Cia acrescentou que essas políticas públicas não podem ficar em segundo plano, pois, negligenciar essa questão pode resultar no aumento da criminalidade futuramente, em Coromandel.

Vídeo Monitoramento

O vandalismo ocorrido na região central de Coromandel na madrugada de domingo (22) estimulou o debate em torno da implantação do monitoramento por câmeras, no município.

Desde 2016, a Polícia Militar, em parceria com o Conselho Municipal de Segurança Pública (Consep) desenvolvem um projeto para a implantação desse sistema em Coromandel. No entanto, a questão financeira é um entrave.

O tenente Leonel destacou que a Câmara Municipal pode exercer um papel de apoio e intermediar a obtenção de verba para a criação do sistema.

O orçamento estimado apenas para a instalação do sistema de câmeras, sem levar em conta o custo operacional, chega a R$ 200 mil.

Os vereadores se colocaram à disposição para buscar recursos para viabilizar o monitoramento por câmeras.

O projeto também tem apoio das Câmara de Dirigentes Lojistas (Acic/CDL) e do Rotary Club de Coromandel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *