Dione começa mandato com seis Secretarias, metade comandada por mulheres

+Cidade Coromandel

Por Danilo Gonçalo, de Coromandel

Dione Maria Peres terá apenas seis Secretarias em funcionamento em seu início de mandato. A redução ocorre, neste primeiro momento, por causa da crise econômica e pela necessidade de a nova gestora tomar conhecimento da situação da Prefeitura, já que não houve uma transição de governo ideal, segundo a prefeita.

A gestão de Dione contará com as pastas de Cultura e Turismo; Educação; Finanças, Tributos e Orçamento; Infraestrutura Rural; Obras, Serviços Públicos e Transportes e Saúde. Três secretarias serão comandadas por mulheres.

A Secretaria de Cultura e Turismo será comandada por Marta Maria Lemes Monteiro, que foi diretora da mesma pasta entre 2005 e 2012, nas duas primeiras gestões de Dione.

Leia Também: Dione anuncia programas “Cidade Limpa” e “Estradas Rurais Eficientes”

Leia Também: Osmar diz que deixa a Prefeitura sem dívidas e faz balanço positivo de sua gestão

A Educação será gerida por Vera Lúcia Guimarães da Cunha, ex-diretora da Escola Osório de Moraes e com longa experiência no setor.

As Finanças de Coromandel serão controladas pelo técnico em contabilidade Antônio Eustáquio Lemes, que já ocupou o cargo durante três anos na segunda gestão de Dione.

A Secretaria de Infraestrutura Rural será responsabilidade do funcionário de carreira da Prefeitura, Antônio de Assis Felipe, que tem quase 30 anos de experiência na área.

A pasta de Obras terá como gestor o economista Clayton dos Passos, que tem em seu currículo atuações como secretário de Agricultura e de Obras no município, também durante as primeiras gestões de Dione.

A secretária de Saúde será Maria Cristina de Oliveira Lemes, que deixa a diretoria da Apae para assumir o novo compromisso no município. Ela tem formação na área da Saúde e exerceu o mesmo cargo em 2012.

3 thoughts on “Dione começa mandato com seis Secretarias, metade comandada por mulheres

  1. Ao que parece, as secretarias serão chefiadas por indivíduos com larga experiência nas áreas e ter metade delas sendo chefiadas por mulheres é interessante. Resta saber se todas as secretarias vão corresponder ao que se espera delas. Vamos ficar de olho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *