Prefeitura assina convênio com Cemig e baixa taxa de iluminação

Coromandel TV1

Danilo Gonçalo, de Coromandel

O prefeito Osmar Martins Borges assinou convênio com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) para a manutenção da iluminação pública de Coromandel e fixou um valor único para contribuição obrigatória de custeio do serviço.

Com o acordo assinado com a Cemig, a empresa passa a executar o serviço e cobrar a Contribuição para Custeio da Iluminação Pública (Cosip), que será de R$ 10 para todos os contribuintes.

O novo valor deverá constar da próxima conta de energia elétrica.

Prefeitura de Coromandel divulga edital de concurso com 315 vagas

O contrato com a Cemig tem prazo de 12 meses, contados a partir da sua assinatura, que, segundo mostra documento ao qual o Jornal de Coromandel teve acesso, ocorreu em 20 de setembro.

A assinatura do convênio com a Cemig acrescenta um novo capítulo à disputa política sobre a chamada Taxa de Iluminação Pública.

Saiba como pedir isenção da taxa de inscrição do concurso da Prefeitura de Coromandel

A cobrança é alvo de disputa na Justiça e na Câmara Municipal. Em 2015, os vereadores do município aprovaram uma Lei que obrigava a Prefeitura a cobrar apenas R$ 10, porém, a Administração apontou que o Legislativo não possuía atribuição para tal.

Após a eleição, o prefeito enviou à Câmara um projeto de lei igual, para baixar a taxa de iluminação para R$ 10, contudo, não obteve êxito na aprovação.

Ciente da disputa, a Cemig incluiu no termo de convênio cláusulas que obrigam a Prefeitura a informar as decisões judiciais e legislativas que possam alterar o acordo, “sob pena de ressarcimento de eventuais prejuízos” que a empresa possa sofrer.

site-estatico

 

3 thoughts on “Prefeitura assina convênio com Cemig e baixa taxa de iluminação

    1. O que??? Agra que ele perdeu que ele vai baixar a taxa de iluminação pública? Acho que vocês são cegos não é possível.
      Depois que o cara perde que ele quer abaixar taxa de iluminação pública, fazer concurso. E ainda mente em rádio que o ministério público está cobrando do município um concurso desde 2008 sendo que dm 2011 a Dione fez um concurso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *