Presidente do TJ-MG e vice-governador inauguram oficialmente o novo fórum de Coromandel

+Cidade Coromandel

O prédio que abriga o Fórum da Comarca de Coromandel, localizado no bairro Vale do Sol, foi oficialmente inaugurado na manhã desta quinta-feira (17), em cerimônia que contou com a participação do presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJ-MG), Herbert José de Almeida Carneiro, e do vice-governador do Estado, Antônio de Andrade.

O Fórum José Ribeiro Pena passou ao novo prédio em julho, porém faltava a cerimônia para ser considerado oficialmente entregue à população.

Os desembargadores Saulo Versiani Penna (3º vice-presidente), André Leite Praça (Corregedor Geral de Justiça), Pedro Carlos Bittencourt Marcondes (presidente do Conselho dos Tribunais de Justiça), Maurício Torres (presidente da Associação dos Magistrados Mineiros), Gilson Soares Lemes, Alexandre Quintino Santiago, Estevão Lucchesi de Carvalho acompanharam o presidente do TJ na inauguração.

Com cadastro reserva, número de vagas em concurso da Prefeitura de Coromandel chega a 800

O prefeito de Coromandel, Osmar Martins Borges, o presidente da Câmara Municipal de Coromandel, Luiz Cesar Gonçalves Silveira de Resende, o diretor do Fórum e juiz da Comarca, Marco Bartolomeu e o promotor Bruno Marques Rossi estiveram presentes à cerimônia.

O vice-governador afirmou, em seu discurso, que “a inauguração permitirá uma melhor prestação dos serviços à população, que possui no Judiciário o seu socorro e amparo diante das injustiças e ilegalidades. Com a nova estrutura, serão garantidas melhores condições de trabalho aos servidores, que resultará na consequente melhoria dos serviços prestados”.

O presidente do TJ-MG também destacou que o novo fórum vai permitir melhorar a prestação de serviços à comunidade. “Todo gestor público deve ter em mente, acima de tudo, é que ele está a serviço da sociedade. Isso é o que nos move. O trabalho deve sempre visar o bem-estar social e se pautar no ideal da construção de uma sociedade melhor e mais justa, na qual o cidadão tenha seus direitos garantidos ou possam buscá-los com a certeza de que o farão de maneira digna, honrada e adequada”.

O juiz da Comarca de Coromandel, Marcos Bartolomeu, destacou o trabalho de diversos personagens que lutaram pela viabilização da construção do novo prédio. O magistrado afirmou que a estrutura foi projetada para “atender da melhor forma possível à comunidade e permitir a acessibilidade de todos à Casa da Justiça”.

Eleitos em Ação

O prefeito eleito de Abadia dos Dourados, Wanderlei Lemes, e de Coromandel, Dione Maria Peres, compareceram à inauguração do novo prédio do Fórum. O novo chefe do Executivo de Abadia esteve acompanhado de seu vice, Luis Fernando Horácio.

Segurança Pública

Representando a Polícia Militar, o coronel Jarbas de Souza Silva, comandante da 10ª Região, compareceu à cerimônia. O delegado da Regional da Polícia Civil de Patrocínio, Wilton José Fernandes, também esteve no evento. Representando as instituições no município, estavam o tenente Leonel da Silva Nunes, da 98ª Cia, e a delegada Camila Pirola, que comanda o DP coromandelense.

Benção

O padre Aureliano de Souza Aguiar concedeu sua benção ao novo prédio e aos servidores da Justiça no município.

Musical

A banda da Polícia Militar (PM) de Patos de Minas ficou responsável pela execução musical da cerimônia de inauguração do Fórum.

O Fórum

O novo Fórum contará com uma área de 1,4 mil m² e terá uma ampla estrutura para atendimento ao público, com dois pavimentos, elevadores e acesso para pessoas com deficiência. Haverá espaço para duas Varas (apenas uma funciona atualmente), secretarias e assessorias; áreas destinadas para a OAB, Juizados Especiais, Conciliação, Promotoria e Assistência Social.

A nova sede foi orçada em R$ 4,5 milhões e começou a ser construída em setembro de 2014.

O endereço do fórum é Avenida Dr. Ermiro Rodrigues Pereira, nº 431, Vale do Sol – Coromandel.

site-estatico

3 thoughts on “Presidente do TJ-MG e vice-governador inauguram oficialmente o novo fórum de Coromandel

  1. Em um País onde o estado deve ser Laico, se inaugura uma repartição pública sobre as “bençãos de Deus” na representação de um padre, é isso mesmo? Parece brincadeira!

    1. Existe uma diferença: o estado é laico, ou seja, não deve estabelecer “relações de dependência ou aliança” com igrejas ou religiões (Art. 19, Inc. I – Constituição Federal de 1988), porém a nação em sua maioria não é. Isso acaba sendo extremamente difícil de gerenciar. Como impedir pessoas de professar sua fé sendo que a constituição garante este direito e não veda isso em estabelecimentos públicos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *