Estudantes se dividem sobre nível de dificuldade da Redação do Enem 2016

Coromandel Destaque Coromandel

Estudantes de Abadia dos Dourados e Coromandel que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 neste domingo (6), se dividiram sobre o nível de dificuldade para dissertar sobre o tema da redação desta edição: o combate à intolerância religiosa.

A aspirante ao curso de Direito, Laurieny Aguiar de Oliveira, 17, afirmou que o dissertar sobre o tema foi “super fácil”. Ela “esperava um tema mais difícil, [intolerância religiosa] é uma coisa que a gente ouve falar muito, então deu para fazer a redação tranquilamente”, disse a jovem.

enem-8

Outro estudante que considerou fácil foi João Pedro, apesar de ele afirmar que não estudou sobre intolerância religiosa na escola.  “Consegui fazer direitinho, mas surpreendeu. Eu achei que o tema seria mobilidade urbana”.

O secundarista Alisson Pereira, 16, afirmou que o tema intolerância religiosa pode ser considerado “fraco”. “Diante de tanta coisa polêmica que aconteceu em 2016 e no ano passado. esperava um tema mais forte”, declarou.

A estudante Diessa Eugênio, 17, se posicionou de outra forma. Para ela, “foi difícil escrever sobre o tema”. Uma outra jovem, que preferiu não se identificar, afirmou à reportagem que intolerância religiosa ficou de fora de seus estudos, pois ela não esperava que fosse cair na prova.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *