40% dos candidatos a vereador em Coromandel possuem apenas o ensino fundamental

Dos 110 candidatos a vereador em Coromandel, 40% deles declararam possuir apenas a instrução do ensino fundamental, que corresponde aos anos iniciais da educação básica no Brasil. Um dos concorrentes, inclusive, não possui estudos e afirmou que “sabe ler e escrever” em seu pedido de registro ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), segundo informações do órgão.

Dentre os 44 candidatos que estudaram apenas até o ensino fundamental, há pessoas que concluíram essa etapa da educação básica e outras que pararam antes de terminar o curso.

Outros 40% de pretendentes a um cargo no legislativo têm o ensino médio em seu currículo escolar. Muitos, contudo, não completaram o período.

LEIA TAMBÉM: Coromandel tem apenas 36 mulheres na disputa por vagas na Câmara

Apenas 20% dos concorrentes a uma vaga na Câmara Municipal possuem o ensino superior: 22 candidatos concluíram ou estão cursando uma universidade, segundo dados apresentados ao TSE.

LEIA TAMBÉM: Candidatos de Coromandel podem gastar R$ 3,2 milhões durante campanha eleitoral

As informações estão disponíveis no site do Tribunal Eleitoral e podem ser consultadas por qualquer eleitor. Basta selecionar o estado, a cidade e clicar no nome de cada candidato para obter dados pessoais, como grau de instrução e profissão, e relativos à campanha, como a prestação de contas e situação do registro da candidatura.

O que diz a Lei

A legislação eleitoral impõe que candidatos devem ser alfabetizados, mas raramente barra candidaturas por não haver um consenso jurídico sobre o tema. Há casos de analfabetos que foram impedidos de concorrer, mas recorreram à Justiça para ter o direito.

O que faz um vereador

Os vereadores integram o Poder Legislativo, devendo, portanto, elaborar leis de interesse municipal, que envolvam questões sobre educação, impostos, saúde da cidade, além de fiscalizar a atuação do prefeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.